Construção

CONSTRUÇÃO

EDIFICAÇÕES Voltar

ASC 2000 – PARQUE DE ESTACIONAMENTO SUBTERRÂNEO, CURBSIDE DE PARTIDAS, TERMINAIS DE BAGAGENS (FASE 1) VIADUTOS NORTE E SUL

Cliente
ANA – Aeroportos de Portugal S.A.

Contrato
Teixeira Duarte Engenharia e Construções S.A.

Demais Projetos
Tal Projeto – Projectos Estudos e Serviços de Engenharia Lda.
(Estruturas de Concreto Armado e Estruturas Metálicas)
AFA – Consultores de Engenharia
(Estruturas de concreto dos viadutos norte e sul)
Engidro – Estudos de Engenharia, Lda.
(Redes de Águas, Esgotos e Drenagem)
RG – Rodrigues Gomes e Associados (Segurança e PSS)
A.F. – Armando Fialho – Gabinete Técnico de Desenho

Gerenciamento
ANA – DIA
Consulgal – Consultores de Engenharia e Gestão, Lda.
Fase – Estudos e Projectos, S.A.

Valor da Obra
41.207.185 €

Prazo de Execução
20,5 Meses

Localização
Aeroporto Francisco Sá Carneiro – Maia – Porto – Portugal

Descrição
Construção de um parque de estacionamento subterrâneo com 2 andares, com
uma capacidade de 1.000 lugares, incluindo os acessos verticais de ligação tanto
do aeroporto como das vias exteriores, o acesso de ligação à futura estação
do Metropolitano, com respectiva área de cais e a sua extensão ao parque
de superfície; consistiu ainda na construção de estrutura de suporte e laje que
constitui o “cuberside” elevado de partidas do aeroporto, para acesso ao átrio de
check-in na construção dos terminais de bagagens (Partidas e Chegadas) e de 2
viadutos de acesso exterior ao “cuberside”.
Estes viadutos de acesso, desenvolvem-se, na sua totalidade, em curva, numa
extensão de 162 metros, envolto em quatro pilares e nas extremidades apoiados
nos arcos extremos do “curbeside” de partidas e nos encontros, sendo o vão
livre entre pilares de 34 metros.
O “cuberside” de partidas desenvolve-se num comprimento total de 340 metros
nos quais se podem distinguir três zonas, uma zona central com um
desenvolvimento de 220 metros e uma largura de 34,17 metros correspondente
ao “cuberside”, e duas zonas nas extremidades, com 60 metros cada, que
asseguram a ligação entre os viadutos de acesso e de saída com o “curbeside”.
A estrutura é constituída por um conjunto de pórticos em concreto préesforçado,
compostos por duas lâminas paralelas, afastados de 20 metros
entre eixos. Os pórticos têm um vão de aproximadamente 45 metros.
As lâminas têm uma espessura de 0,60 metros, estando afastadas de
1,40 metros entre eixos. A altura da seção transversal é variável apresentando
valores mínimos na seção de meio vão com 3,50 metros. Todas as construções
incluem acabamentos de construção civil, redes e instalações especiais
e de segurança com exceção do Terminal de Bagagem de Chegadas.

– Área de construção: 107.935 m²
– Estacas de concreto armado e concreto com bentonite de Ø 800 mm: 1.300 un
– Movimentos de terras: 294.378 m³
– Concreto (cinza e branco): 71.991 m³
– Aço: 6.180 ton
– Pré-esforço: 608 ton
– Cofragem: 178.109 m²
– Pré-lages em concreto armado com 10 cm de espessura: 8.119 m²
– Estrutura metálica: 330 ton
– Acabamento de pavimentos com superfície cimentada: 71.465 m²
– Alvenarias: 18.864 m³
– Revestimentos de paredes: 33.975 m²
– Revestimentos de pavimentos: 13.101 m²
– Impermeabilização: 9.692 m²
– Asfalto em pavimentos: 14.185 m²

Estágio
Finalizado em 2002

CLIENTES